segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Encontros e reencontros

Pois bem, semana passada embarquei numa jornada um pouco não planejada. Embarquei mesmo. Por um motivo específico, tomei um avião junto com meu irmão para 5 semanas na Europa. Precisamente numa pequena cidade chamada Castelraimondo, que agora sei, fica no condado de Macerata, na região do Marche, isso no país Itália. Região centro-leste. Confesso a verdade que não fiquei excitado em fazer essa jornada ao contrário do que muitos sentem quando embarcam ou imaginam embarcar numa viagem desse tipo. É um tempo bem estranho. A Itália não estava na minha lista imediata de países para conhecer. Tenho a certeza que não faria falta alguma na minha vida vir para cá. De qualquer forma, deixei as coisas acontecerem e assim que elas estão se sucedendo. Estão acontecendo.

Trocar a época natalina na pequena cidade de verão ameno para o interior do nada, na cidade minúscula no auge do inverno com dias acabando às 16h30? Tocar-se num pequeno apartamento e dividir uma vida com três estranhos. Está acontecendo.

Os dias resumem-se à trabalhar, boiar sem rumo pela internet e a dormir. A diferença é que o infinito acima do meu notebook e a janela na frente da minha cama trazem um campo bucólico e molhado de uma região qualquer do território italiano. A minha vida, continua igual. Difere-se apenas às delícias encontradas no supermercado e também o preço pago por elas.

Um comentário:

Natalia disse...

Meu bem, sabe quando foi que realmente comecei a me divertir na minha viagem para a Nova Zelândia?
Na última semana.

Porque sabia que voltaria para casa, sabia que os dias não me engoliriam mais com essa sensações de expectativa estranhas que se tem durante a viagem. Tão vulneráveis.

Gostaria de estar aí contigo. Se cuida e saudades.
Um beijo